“Até Sempre Jesus”— 4ª jornada

O campeão voltou (mais ou menos) e com uma proposta de troca hilariante, enquanto o Gonças perde com o guarda-redes a fazer 18 pontos


Nada como uma vitória por um ponto para relançar a carreira do campeão:


Isto aconteceu, como podem ver, pela incapacidade e demérito do rookie do ano, porque o Tino podia perfeitamente ter ganho o matchup se não andasse a dormir, ao deixar o Fransérgio e o Rodrigues no 11. Aproveita o Tiago, que nem sabe como ganhou, mas com uma vitória ao seu estilo, com muita sorte, Tapsoba a jogar pela equipa contrária, e claro, não ganhava a mais ninguém esta semana.

Ainda no seguimento das peripécias do SC Senhora da Hora, aconteceu a primeira proposta de troca (pública):


Sem palavras. Houve de seguida reações em vídeo:


Foi a primeira proposta, absurda, e obviamente rejeitada à nascença.

Noutro campo, os WeightPower caíram perante o António Correia (que já leva quatro vitórias seguidas):


Mesmo com o Marco a fazer 18 pontos (histórico, com dois penáltis defendidos), não conseguiu a vitória. Reza a lenda que o Correia disse em voz alta para um colega “Agora preciso dum golo do Pizzi com uma assistência do André Almeida”, e foi direitinho!

Resultados 4ª Jornada

E já que falamos de picks, porque não entrar directo na pick da semana:

Rodrigo (Gil V. / Vai-te Esconder) — 7pts

Nehuén (Famalicão / SC Senhora da Hora) — 9pts

Abdu Conté (Moreirense / Bentleys) — 11pts

Esta semana foi clara, para mim Comissário, mas não para todos. Apesar de eu ser contra o Tiago, tenho de admitir que a pick da semana foi claramente dele. Com muitos poucos pontos, não fosse esta pickup e tinha obviamente perdido com o Tino. Claro que o Abdu Conté fez 11 pontos, mas o que está aqui em causa é mesmo a relevância que o Nehuén teve no matchup do 28–27.

No entanto, a nível de votos, acabou por ser renhido entre os jogadores do Famalicão e do Moreirense, com o do SC Senhora da hora a ganhar por um voto.



Correia soma e segue na frente, enquanto o WeightPower começa a sentir o peso das derrotas. O Migas leva duas semanas seguidas a fazer a pontuação máxima, e já está cheio de letra:


Para a semana há mais!

Carlos Santos é o Comissário da Liga “Até Sempre Jesus”. Para lá da Liga de Draft mais exigente da RealFevr, nos tempos livres viaja pelo mundo, de evento em evento, estando atualmente na Suíça em preparação para o Euro2020. Leça da Palmeira é o seu maior amor.

RealFevr < > Facebook < > Twitter < > Instagram < >Youtube

Leave a Reply

9 + four =